História do MUAY THAI na Tailândia


O Muay Thai, o qual também é conhecido como Thai Boxing em alguns países como Estados Unidos e Inglaterra, é muito conhecido no Brasil como Boxe Tailandês e é uma Arte Marcial Tailandesa com mais de 2.000 anos de idade. A origem do Muay Thai confunde-se com a origem do povo Tailandês. Existem várias versões sobre a origem do Muay Thai. A mais aceita pela maioria dos Mestres de Muay Thai e também por vários historiadores Tailandeses é a seguinte:

Segundo os Tailandeses, a origem de seu povo é a província de Yunnam, nas margens do rio Yang Tsé na China Central. Muitas gerações atrás eles migraram da China para o local onde atualmente é a Tailândia em busca de liberdade e de terras férteis para agricultura.

Do seu local de origem, a China, até o seu destino, os Tailandeses foram constantemente hostilizados e sofreram muitos ataques de bandidos, de Senhores da Guerra, de animais, e também foram acometidos de muitas doenças. Para protegerem-se e manterem a saúde, eles criaram um método de luta chamado "Chupasart". Este método de luta e auto-defesa fazia uso de diversas armas como por exemplo: espadas, facas, lanças, bastões, escudos, machados, arco e flecha, etc.

No treinamento do "Chupasart", freqüentemente ocorriam acidentes que causavam algumas vezes graves ferimentos aos praticantes. Para que eles pudessem treinar sem ferir-se, os tailandeses criaram um método de luta sem armas, o percurssor do atual Muay Thai. Assim eles podiam exercitar-se e treinar mesmo em tempos de paz e sem o risco de ferir-se.

No início, o Muay Thai era muito parecido com o Kung Fu Chinês. Um fato normal levando-se em conta a origem do povo Tailandês. O antigo Muay Thai utilizava-se de golpes com as palmas das mãos, ataques com as pontas dos dedos, imobilizações e mãos em garras para segurar o oponente. Com o tempo, ele foi modificando-se e transformou-se no estilo de luta que é hoje.

Em muitos períodos da história tailandêsa o Muay Thai foi muito popular entre os tailandeses. Principalmente no período do Rei Pra Chao Sua ou "Rei Tigre" como era mais conhecido. Ele foi um dos maiores lutadores de Muay Thai da história. Durante o seu reinado o Muay Thai fazia parte da preparação militar e era ensinado em todas as escolas.

Outro grande lutador de Muay Thai foi um lutador chamado Nhai Khon Tom. Segundo as lendas ele foi capturado pelos Birmaneses durante um dos inúmeros conflitos entre os Birmaneses e os Tailandeses. Quando capturado, foi-lhe oferecida a liberdade se ele conseguisse derrotar alguns lutadores Birmaneses. O resultado foi que ele foi libertado após vencer seguidamente 12 lutadores Birmaneses.

Até por volta de 1920 os lutadores não usavam luvas e nem qualquer outro tipo de proteção. Os lutadores simplesmente usavam tiras de algodão, tiras de cânhamo ou de crina de cavalo enroladas nas mãos. Alguns antigos treinadores falam que em algumas lutas antigas, os lutadores faziam uso de cola e vidro moído nas ataduras. Mas, isso não é totalmente confirmado pela maioria dos historiadores. Algumas vezes também eram utilizadas cascas de cocos como protetor genital. As lutas não eram divididas por pesos e também não existiam intervalos durante as lutas, os lutadores lutavam até que um dos lutadores fosse nocauteado, sofresse uma grave lesão ou até a morte de um deles.

Após 1920, algumas regras de boxe inglês foram adaptadas para o Muay Thai devido ao alto grau de lesões que estavam ocorrendo entre os lutadores. Dentre elas as divisões por peso, o uso de luvas, a inclusão dos rounds e também a inclusão do árbitro central juntamente com os juizes laterais.

Na relação de países onde o Muay Thai é mais desenvolvido a classificação é mais ou menos à seguinte: Em primeiro lugar vem à Tailândia, como não poderia deixar de ser, a seguir vem diversos países onde é difícil precisar uma ordem pois no exterior o Muay Thai tem desenvolvido-se muito. Os países em que o Muay Thai é muito conhecido são: Austrália, Inglaterra, Holanda, França, Japão, Coréia, Estados Unidos, Brasil, etc.

Federação Gaúcha de Muay Thai Esportivo
(54) 3451-4919 / 9605-0055 / fgmte@fgmte.com.br